Beth Cuscuz é presa por prostituição infantil em Teresina




Publicado em 14-08-2012 08:19


A dona da boate Elizabeth, conhecida como Beth Cuscuz chegou presa na CICO (Comissão Investigadora do Crime Organizado). Ela chegou acompanhada da delegada de proteção a criança e ao adolescente, Andrea Magalhães.

Beth cuscuz disse para o Blog Efrém Ribeiro que não sabia por que estava sendo presa. Ela chegou no banco traseiro de uma viatura da Policia Civil. Além de Beth Cuscuz foi preso, Carlão que é proprietário de outra boate no Dirceu.

A operação deflagrada pela Policia Civil tem como objetivo prender pessoas envolvidas com o favorecimento da prostituição, depois que foi constatado que a quadrilha presa pela CICO, que clonava cartões de crédito usado para pagamentos em postos de combustíveis tinha ligação com o favorecimento da prostituição. Os cartões clonados eram utilizados para pagamentos de passagens aéreas de prostitutas que faziam programas em outros Estados.

INFORMAÇÕES OFICIAIS DIVULGADAS PELA POLÍCIA CIVIL

A Polícia Civil já deu cumprimento ao mandado de prisão temporária em desfavor da nacional E. L. D. O, proprietária de conhecido estabelecimento comercial que, segundo aponta inquérito policial, é local de exploração da prostituição. Também estão sendo cumpridos os mandados de condução coercitiva. Parte do material apreendido já está sendo trazido às bases da operação.

Nota Oficial

A Polícia Civil do Estado do Piauí deflagrou, às 06 horas desta terça-feira (14), a Operação “Aspásia”, resultado de investigações iniciadas há 15 meses para combater crimes de favorecimento à prostituição e tráfico interno de pessoas praticados na cidade de Teresina.

A Operação Aspásia visa desarticular organizações criminosas responsáveis pela cooptação de mulheres à prostituição e exploração sexual destas, valendo-se, inclusive do uso da Internet para divulgar anúncios comerciais com esse fim. A Polícia Civil do Piauí identificou três organizações que mantinham sob fachada de estabelecimentos comerciais lícitos locais destinados à exploração da prostituição e tráfico interno de pessoas.

Diante das provas coletadas foram solicitados pela Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA) e deferidos pela autoridade judiciária competente após parecer favorável do Ministério Público do Estado, mandados de prisão temporária e três mandados de busca e apreensão; além de outras medidas cautelares, bem como o fechamento de cinco sítios de internet relacionados aos crimes em tela. Todos esses mandados serão cumpridos por 50 policiais civis.

Dentre os alvos dos mandados de busca estão os conhecidos estabelecimentos comerciais Boate Beth Cuscuz e Boate Copacabana, localizados nos bairro Cristo Rei e Dirceu Arcoverde, respectivamente.

A Operação Aspásia foi assim denominada em alusão à mulher da Grécia Antiga que foi uma das amantes de Péricles e encontrava-se no mais alto patamar das prostitutas da Grécia, personalidade detentora de poder, que teve sob a sua rédea os homens gregos.

Haverá entrevista coletiva às 11 horas desta terça-feira, na Academia de Polícia Civil do Piauí.

Fonte: meionorte.com/efremribeiro


Tags: ,


Deixe Comentário Usando o Facebook

Deixe uma Resposta


dois × 3 =


Login | Desenvolvido por Gabfire themes